A produção industrial no Brasil aumenta em maio, mas abaixo das estimativas

A produção industrial brasileira subiu 0,3% em maio 2022, um significativo pulo quando comparando ao mês anterior. O IBGE informou que, apesar de ser o quarto aumento mensal consecutivo, ainda permanece abaixo das expectativas de 0,7% do mercado.

A seguir, entenda mais sobre a produção industrial no Brasil aqui, no Rádio Mundial FM!

produção industrial no brasil aumenta

O que os especialistas têm a falar sobre a atual situação do Brasil?

De acordo com dados do IBGE, o aumento na produção industrial em 4 meses consecutivos pode estar relacionado às medidas de estímulo que o governo decidiu realizar – como a liberação de verbas rescisórias e a antecipação de pagamentos de bônus para os aposentados.

Em um comunicado, André Macedo, o gerente de pesquisa disse: “Essas ações podem estar trazendo um impacto positivo para o setor industrial, em adição à melhora do mercado de trabalho com a queda da taxa de desemprego.”

O economista latino-americano da Pantheon Macroeconomics, Andres Abadia, se referiu ao mês de maio como uma boa performance, apesar de estar abaixo das expectativas.

De qualquer forma, os 4 meses consecutivos de aumento na produção industrial no Brasil não foi o suficiente para superar a queda de 1,9%, registrada em janeiro. Afinal, a maior economia da América Latina ainda está tentando se recuperar da crise que foi desencadeada pela pandemia da COVID-19.

Produção industrial no Brasil: cenário do país em 2022

O país já vem enfrentando uma alta inflação e taxas elevadas de juros, o que acabou resultando em um crescimento da produção industrial em níveis mais moderados.

Macedo acrescentou: “Ainda há muito espaço para ser recuperado”, ao observar diversas empresas que ainda estão na luta para obter seus componentes para a linguagem de montagem final, além de enfrentar os altos custos de produção – que continuam a crescer.

Conforme o IBGE, em maio, das 26 categorias, 19 tiveram as suas leituras positivas quando comparadas ao mês anterior, com uma alta de 7,5% em máquinas e equipamentos, e 3,7% em veículos automotores.

Também foi observado que a produção nas indústrias aumentou 0,5% em relação ao mesmo período ao compararem com o ano anterior (2021). Dessa forma, a série de nove quedas consecutivas em um ano foi quebrada. No entanto, não alcançou as previsões – os economistas que foram consultados estavam na expectativa de um crescimento de 1,1% no setor de produções industriais no Brasil.

Atualmente, a produção industrial no país está inferior a 1,1% dos demais níveis observados em fevereiro de 2020 – antes da pandemia – e mais de 17% abaixo do pico que apresentou em maio de 2011.